Nota à Comunicação Social da reunião da DORBE de 8 de Novembro de 2014

A Direcção da Organização Regional de Beja do Partido Comunista Português (DORBE do PCP), reunida a 8 de Novembro de 2014, fez o balanço do trabalho preparatório e aprovou as propostas para análise e discussão na 8ª Assembleia da Organização Regional de Beja do PCP a realizar no dia 16 de Novembro no Cine-Teatro Municipal de Castro Verde, sob o lema ‘Um PCP mais forte! Com os trabalhadores e o povo Organizar, Intervir, Lutar! e analisou a situação social e política, tornando públicas as seguintes posições:

 A Direcção da Organização Regional de Beja do Partido Comunista Português (DORBE do PCP), reunida a 8 de Novembro de 2014, fez o balanço do trabalho preparatório e aprovou as propostas para análise e discussão na 8ª Assembleia da Organização Regional de Beja do PCP a realizar no dia 16 de Novembro no Cine-Teatro Municipal de Castro Verde, sob o lema ‘Um PCP mais forte! Com os trabalhadores e o povo Organizar, Intervir, Lutar! e analisou a situação social e política, tornando públicas as seguintes posições:

8ª ASSEMBLEIA DA ORGANIZAÇÃO REGIONAL DE BEJA DO PCP

A DORBE do PCP fez o balanço da fase de discussão do projeto de resolução politica e eleição de delegados à Assembleia, valorizando as mais de meia centena de assembleias plenárias realizadas nas organizações de base do Partido em todo o distrito, envolvendo mais de um milhar de militantes, os quais fizeram a apreciação do projeto de resolução política, tendo sido recolhidas um número significativo de propostas de emenda ao mesmo.

Para além da análise e aprovação da proposta de resolução politica, documento que faz uma análise aprofundada à situação económica e social no distrito e à evolução da mesma no período que decorreu entre a última Assembleia e esta, aponta as propostas do PCP para resolução dos problemas do distrito, analisa o papel da luta de massas e das populações e aponta propostas para o reforço do Partido. A DORBE aprovou a proposta de composição da nova Direção da Organização Regional que dirigirá o Partido nos próximos anos.

A 8ª Assembleia de Organização Regional de Beja decorre durante todo o dia e contará com a presença do Secretário-Geral, Jerónimo de Sousa, sendo aberta á participação da população a partir das 17.30 horas, para a sessão de encerramento.

ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2015

A DORBE do PCP analisou a proposta de Orçamento de Estado (OE) para 2015 e as suas consequências para o distrito de Beja, tendo considerado que o documento, aprovado pela maioria PSD/CDS-PP na Assembleia da República, mantém inalterada a política de empobrecimento e submissão externa, que conduziu o país à situação em que se encontra, não resolvendo, antes agravando os problemas existentes.

O OE para 2015, ao contrário do que tem vindo a ser afirmado, confirma que as politicas impostas pela troika externa e aceites de forma submissa pela troika interna, PSD, CDS-PP e PS, não deixaram o país. A ser aprovado este orçamento, o próximo ano perspetiva-se como mais uma oportunidade perdida para a inversão da situação económica e social do distrito e do país.

Este orçamento, tal como os que o antecederam, constitui-se como um instrumento do governo para promoção e concentração da riqueza aliviando a carga fiscal para as empresas, sobretudo as grandes, e aumentando essa carga fiscal em 4,7% sobre o trabalho e o consumo, afetando principalmente os trabalhadores e os pensionistas.

Destaque pela importância que tem para o distrito o conteúdo da proposta de OE no que diz respeito à conclusão das obras do IP2 e IP8. Embora se refira que se chegou a acordo entre o Estado e a concessionária afirma-se em simultâneo que o processo se encontra em apreciação pela entidade financiadora, o que é o mesmo que dizer-se não existir qualquer garantia de continuidade e conclusão da obra. Nesta como noutras matérias o governo continua sem conseguir resolver os problemas existentes.

O OE prossegue e acentua as medidas de asfixia financeira do Poder Local e o conjunto de imposições que restringem a sua autonomia e capacidade de realização.

A DORBE do PCP apela à participação na luta contra esta política, em defesa de uma política patriótica e de esquerda, que resolva os problemas da região e do País.

Beja, 8 de novembro de 2014

A DIRECÇÃO DA ORGANIZAÇÃO REGIONAL DE BEJA DO PCP

 

 

Top